Polícia Federal pede quebra de sigilo telefônico de Temer

A Polícia Federal (PF) pediu a quebra do sigilo telefônico do presidente Michel Temer e dos ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, de Minas e Energia. O pedido é para rastrear telefonema do presidente e dos dois ministros no 2014, ano em que o delator Cláudio Mello Filho, ex-executivo da Odebrecht, disse ter participado de um jantar com Padilha, Marcelo Odebrecht e Temer para acerta repasse ilícito de R$ 10 milhões da Odebrecht para o MDB.

Sobre esse assunto, o presidente já admitiu que houve o jantar, mas sempre disse que eles não falaram de valores. O inquérito investiga esse suposto de pagamento de propina pela construtora na Secretaria de Aviação Civil quando a pasta foi comandada pelo MDB.

 

www.jequitinhonhanews.com/G1

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.