Ministros do STF votam contra recurso para reverter prisão de Lula

Os ministros da segunda turma do STF (Supremo Tribunal Federal) negaram um pedido de liberdade feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na noite desta quarta-feira (9). A votação foi conduzida por meio de uma plataforma eletrônica interna no sistema do STF que funciona 24 horas por dia.

Três dos cinco ministros que compõem o colegiado votaram contra o pedido do petista: Edson Fachin, Dias Toffoli e Gilmar Mendes, constituindo portanto a maioria. Ainda faltam votar Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.

De acordo com a defesa do ex-presidente, a prisão de Lula não poderia ter sido decretada em 5 de abril visto que ainda haviam embargos de declaração pendentes de análise no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), segunda instância da Justiça responsável pela Lava Jato. Os embargos só foram julgados em 18 de abril.

 

www.jequitinhonhanews.com/Bahia-ba

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.