Ipiaú: Cliente do Bradesco, com senha prioritária, é atendido quase 2 horas depois

Um cliente do Banco Bradesco, com senha prioritária levou quase duas horas para ser atendido na agência de Ipiaú. O desrespeito a Lei de atendimento prioritário ocorreu nessa terça-feira (07). Conforme registro no comprovante de atendimento, o cliente, portador de uma deficiência física, recebeu a senha prioritária às 12h32 e só foi atendido às 14h21. No comprovante, exigido pelo correntista, está registrado o tempo de espera de 1 hora e 49 minutos. O cliente informou ao GIRO que durante esse período, pessoas que chegavam na agência bancária e usavam senhas para atendimento normal eram chamadas nos caixas em um curto tempo de espera.

Procurado pela nossa reportagem o novo gerente da agência do Banco do Bradesco de Ipiaú, Sérgio Vitório, limitou-se apenas a dizer que não tinha informações a dar e que não comentaria nada por telefone. Muitos municípios, entre eles Ipiaú, possuem a famosa "Lei dos 15 minutos", que limita em 15 minutos o tempo máximo de espera dos clientes na fila para atendimento nos bancos e em 30 minutos nos dias de pico. No entanto, não há fiscalização. A orientação de um advogado procurado por nossa reportagem é que casos semelhantes sejam registrados no Procon. Em Ipiaú a unidade funciona no SAC, na praça Rui Barbosa.

 

 

www.jequitinhonhanews.com/(Giro Ipiaú)

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.