Homem faz família refém por não aceitar o fim do relacionamento

Policiais militares realizaram a prisão de um homem identificado como Joeliton Carvalho Lima, de 22 anos, acusado de manter três crianças como reféns em uma residência na Vila Coronel Carlos Falcão, na zona Sudeste de Teresina.

De acordo com a mãe das crianças, identificada como Alexsandra Diniz, o acusado realizou o ato porque não aceitava o fim do relacionamento dos dois. Por conta disso, o agressor pulou o muro, arrebentou a grade de proteção da casa e invadiu a residência, deixando uma das crianças na mira de um revólver.

Segundo ela, o relacionamento entre os dois acabou há alguns meses: “Eu pensava que ele ia matar meu filho. Eu não quero mais, não dá mais certo, ele é uma pessoa muito possessiva. Depois disso eu denunciei, não quero que ele se aproxime de mim e nem da minha família. Eu nem durmo mais com medo dele voltar, estou em pânico. Ele quis matar meu filho, mas ele não tem nada a ver com nosso relacionamento. No meio do susto eu consegui chamar a polícia e ainda bem que eles vieram rápido, se tivessem demorado eu já estava morta”, contou a vítima.

Ainda de acordo com ela, o acusado invadiu o quarto que as crianças de 5,7 e 11 anos dormiam e segurou o mais novo com uma arma apontada para o seu pescoço. Assim que a polícia chegou no local, o criminoso utilizou a criança como escudo na tentativa de fugir, mas os policiais conseguiram contar o agressor que estava enfurecido. Após o ato, ele foi conduzido até a Central de Flagrantes.

www.jequitinhonhanews.com.br/ (fonte por tal meio norte)

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.