Cachorro de vizinha impede fuga de presídio no Pará

Se um dia antes 14 presos fugiram do CRPP III, em Santa Izabel, na Grande Belém, a história tinha tudo para se repetir na manhã de sexta (24), em outra casa penal do Pará. Mas, para surpresa geral, um grupo formado também por 14 detentos do Centro de Recuperação Regional de Cametá (CRRCAM), na região nordeste do Estado, não ganhou a liberdade. O autor da obra? Ninguém menos que “Beethoven”, um cachorro que pertence a uma vizinha da unidade penitenciária e “deu o guelo” assim que percebeu que os criminosos tentavam fugir.

Os presos já haviam cavado um túnel de seis metros de comprimento por um de largura, na Cela 2 do Bloco C. Ali ficam confinados os detentos de maior periculosidade, conforme a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe). Quando sentiu que bastava aos criminosos apenas uma barreira de concreto para ganharem a rua, o animal mandou um “au au” em altos brados e isso chamou a atenção dos policiais. Resultado: o cão virou herói.

Para completar, “Beethoven” não faz parte da equipe da Susipe. Vez por outra, agentes prisionais lhe dão comida e ele lhes “dá uma força”, segundo vizinhos do presídio. As instalações danificadas pelos detentos serão reformadas e, enquanto acontece a obra, eles ficarão em outros presídios do Pará. A Susipe informou que a Corregedoria da Superintendência vai apurar, por meio de sindicância investigativa, o que realmente aconteceu. (Diário do Pará)

 

www.jequitinhonhanews.com

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.